Nosso método - 12 passos

O método do programa Buen Camino é originalmente desenvolvido pela fundadora Bárbara Tomiatti com base em estudos acadêmicos e  fazendo uma analogia com os 12 dias de vivência de peregrinação no Caminho português até Santiago de Compostela, na Espanha. Experiência esta que transformou a jornada da idealizadora e a qual grande parte das técnicas e vivências foram canalizadas e inspiradas.

 
Navegando em Woods

1. Day One


A sincronização das bússolas internas.

É o primeiro dia do nosso caminho. Trata-se de uma conversa com pessoas chave. Momento em que as(os) responsáveis pela liderança do time abrem os corações e contam pra nós tudo o que esperam e que querem desenvolver nesta caminhada. Uma mescla de sentimentos que envolvem animação, confiança, anseios, curiosidade e aquela sensação de: como é que nós viemos parar aqui?

2. Diagnóstico


O voto de confiança.

Agora é com a gente! Colocaremos todo o nosso foco em unir as nossas experiências para a criação de um programa com fins sociais que seja único e que tenha completa sinergia com o propósito e a razão de existência da organização e de toda comunidade envolvida.

Campo de trigo
Mulheres trabalhando

3. Alinhamento com a comunicação


Criação de uma nova realidade.

É neste acompanhamento com o time de comunicação que o processo ganha força e reverbera em forma de boa imagem e resignificação. Aqui, vamos entender quais canais são mais interessantes para fazer chegar e perpetuar a mensagem para os públicos interno e externo da organização.

4. Mapeamento de stakeholders


Para onde vamos a partir daqui: caos ou comunidade? Martin Luther King.

Não estamos sós. Somos seres coletivos e as parcerias são fundamentais para a sobrevivência, o desenvolvimento sustentável e a erradicação das desigualdades e injustiças sociais. Seremos ponte e reforçaremos laços para que o nosso caminho se expanda e assim, possamos realmente fazer a diferença.

Voluntários no Banco Alimentar
Orando Juntos

5. Ações


Ancorar e solidificar as ideias.

Dissolução de antigos procedimentos cristalizados para que o novo possa fazer parte e para que a criatividade abra espaço para a inovação. Trazemos insights que potencializam as infinitas possibilidades e efetivam as ações com verdade e propósito.

6. Treinamento


Só faz sentido se ressoar para o Todo.

Celebramos as nossas singularidades que nos fazem únicas(os) e dividimos isso em forma de um encontro com todas(os) que fazem a roda girar e tudo acontecer. Trata-se de uma parte muito importante do nosso caminho, em que o projeto é apresentado e acolhido de maneira colaborativa e integrada. É aqui em que a mágica (e o desenvolvimento) acontecem!

Group Planting a Tree
Palestra grupo

7. Estruturação da RSC


Um caminho sem volta.

Um marco em nossa jornada. Daqui onde estamos, apenas caminhamos para frente. É hora de mostrar ao mundo que queremos mudar junto com ele. E mais do que isso, fazer de nós e dele um lugar melhor para se trabalhar e viver.

8. Mão na massa

Energias conjuntas que tomam forma.

É tempo de fazer acontecer. Colocar em prática todas as ações estruturadas para reverberarem de dentro para fora. Acompanharemos de perto toda realização de ações internas e externas.

Banners sobre mudanças climáticas
Classe meditação

9. Transpessoal

Rumo a uma nova consciência.

Por meio da Constelação Sistêmica Organizacional, iremos trabalhar pela cura do campo morfogenético de energia da organização. A facilitadora realizará este trabalho de consciência que mostra o que precisa ser visto e traz luz aos buracos que tendem a reaparecer durante o caminho.

10. Vivência organizacional

Motivação e empenho que geram experiências inesquecíveis.

Nesta parte do caminho contamos com convidadas(os) especiais que darão depoimentos que façam sentir e sentido para o público interno e onde técnicas, jogos e ferramentas são parte de transformação em um evento com propósito.

Voluntários de embalagem de alimentos
Pride Parade

11. Mensuração

Avaliação a curto, médio e longo prazo.

Ficaremos de olhos bem abertos para dar acompanhamento e mensurar tudo o que foi construído ao longo desta caminhada. Além de traçar propostas de melhora e entregarmos um infográfico com resumo do projeto aplicado.

12. Legado

Todo fim é um recomeço.

Olhando para trás, podemos ver quanta coisa mudou. E para frente, o legado que foi construído para as gerações futuras. Neste final de ciclo, só podemos agradecer pela escolha em caminhar conosco. Por aqui, também saímos mais fortes e nutridas(os) com os sentimentos de alegria e satisfação pelo nosso processo. Nos vemos pelo caminho! :)

voluntariado